Ir para o conteúdo

Livros invulgares História/ Crónicas

Manuel de Faria e Sousa, Ásia portuguesa, Lisboa, 1666

Preço sob consulta
Acresce o valor do transporte pelos CTT (de acordo com as tabelas em vigor para o correio registado ou não registado). Enviar email para informação de envio por correio.

Descrição completa:

Muito Raro quando completo. Contém todos os mapas, em muito bom estado de conservação. 

Um dos livros de referência sobre a expansão portuguesa, impresso em Lisboa mas escrito em castelhano durante o período da dominação filipina.

Encadernação inteira de pele, coeva (século xvii), capas decoradas com a técnica de gofragem manual.

ASIA PORTUGUESA. TOMO I [-III]. DE MANUEL DE FARIA Y SOUSA CAVALLERO DE LA ORDEN DE CHRISTO, Y DE LA CASA REAL. DEDICALA [SIC] SU HIJO EL CAPITAN PEDRO DE FARIA Y SOUSA. AL REY N.S. DON ALONSO VI DE PORTUGAL, &C 

3 t. em 3 vol. : il. ; 2.º (30 cm).

 

Colação e descrição das gravuras: 

 

Tomo I: [32], 396, [42] p., [11] grav. calc. desdobr. - Assin.: A-B//6, C//4, A-Z//6, Aa-Nn//6, Oo//4 [últ. br.]. - Mapas, com indicação de pag. junto à qual devem ser encadernados: "Isla de Santa Elena", p. 51; "Cochim", p. 59; "Quiloa", p. 72; "Fortaleza de Cananor", p. 85; "Fortaleza Sofala", p. 86; "Fortaleza de Goa", p. 143; "Fortaleza de Malaca", p. 149; "Fortaleza de Ormuz", p. 170; "Fortaleza de Chaul", p. 215; "Fortaleza de Baçaim", p. 296; "Fortaleza de Dio", p. 322. - Ao longo da obra, xilogr. com retratos de vice-reis e governadores portugueses na Índia: D. Francisco de Almeida, p. 127; Afonso de Albuquerque, p. 171; Lopo Soares de Albergaria, p. 185; Diogo Lopes de Sequeira, p. 216; Duarte de Meneses, p. 229; Vasco da Gama (retrato de corpo inteiro), p. 232; D. Henrique de Meneses, p. 243; D. Lopo Vaz de Sampaio, p. 265; D. Nuno da Cunha, p. 367 . 

 

Tomo II. - Lisboa : en la Officina de Antonio Craesbeeck de mello Impressor de sua Alteza, 1674. - [8], 968, [2] p., [6] grav. xilogr. desdobr. - Assin.: *//4, A-Z//6, Aa-Zz//6, Aaa-Zzz//6, Aaaa-Dddd//6, Eeee//2, Ffff-Pppp//4, Qqqq//6 [últ. br.]. - Mapas, com indicação de pag. junto à qual devem ser encadernados: "Plata forma de la Fortaleza de Moçambique", p. 221; "Planta forma de la fortaleza de Daman", p. 323; "Fortaleza de Manar", p. 348; "Fortaleza de Mangalor", p. 436; "Fortaleza de Onor", p. 474; "Fortaleza de Barcalor", p. 476. - Ao longo da obra, xilogr. com retratos de vice-reis e governadores portugueses na Índia: D. Garcia de Noronha, p. 23; D. Estêvão da Gama, p. 109; Martim de Afonso de Sousa, p. 152; D. João de Castro, p. 209; Garcia de Sá, p. 227; Jorge Cabral, p. 248; D. Afonso de Noronha, p. 284; D. Pedro Mascarenhas, p. 296; Francisco Barreto, p. 316; D. Constantino, p. 378; D. Francisco Coutinho, p. 390; João de Mendonça, p. 395; D. António de Noronha, p. 460; D. Luís de Ataíde, p. 556; D. António de Noronha, p. 580; António Moniz Barreto, p. 595; Vasco Fernandes Homem, p. 620; D. Diogo de Meneses, p. 625; Fernando Teles, p. 649 .

 

Tomo III. - Lisboa : en la Officina de Antonio Craesbeeck de mello Impressor de Sua Alteza, 1675. - [8], 564, [6] p., [3] grav. calc. desdobr. - No últ. f. inum. "Erratas". - Erro na pag.: p. 38 em vez de 56, 160 em vez de 190. - Assin.: A2//4, A-Z//6, Aa-Zz//6, Aaa//6, Bbb//2. - Mapas, com indicação de pag. junto à qual devem se encadernar: "Mascate", p. 41; "Macao", p. 362; - Ao longo da obra, xilogr. com retratos de vice-reis e governadores portugueses na Índia: D. Francisco de Mascarenhas, p. 21; D. Duarte de Meneses, p. 58; Manuel de Sousa Coutinho, p. 67; Matias de Albuquerque, p. 85; D. Francisco da Gama, p. 144; Aires de Saldanha, p. 158; Martim Afonso de Castro, p. 168; D. Frei Aleixo de Meneses, p. 173; João Pereira Froas, p. 181; André Furtado de Mendonça, p. 160 [i.é190]; Rui Lourenço de Távora, p. 199; D. Jerónimo de Azevedo, p. 324; D. João Coutinho, p. 351; Fernando de Albuquerque, p. 366; D. Afonso de Noronha, p. 369; D. Francisco de Gama, p. 405; D. Frei Luís de Brito, p. 410; D. Francisco Mascarenhas, p. 433; Nuno Álvares Botelho, p. 452; D. Miguel de Noronha, p. 500; Pedro de Silva, p. 509; António Teles de Silva, p. 511

 

Referências bibliográficas:

 

  • •Barbosa Machado 3, 259;
  • •Inocêncio 5, 416-417; 15, 313;
  • •Pinto de Matos 270
  • •BN Lisboa. Restauração 502
  • •Palha 4155
  • •Sabugosa 171
  • •Monteverde 2244
  • •Samodães 1160
  • •Ameal 888
  • •Ulrich 1430
  • •Avila Perez 2653
  • •Garcia Peres 212
  • •Marinha. Impr. séc. XVII 831
  • •Soares, E. Dic. iconogr. bibliogr. 1, 59, 63-64, 70, 130, 141, 158-159, 201, 206, 221, 287, 293 337, 361; 2, 19, 68, 84, 87-88, 94, 148, 392, 393-394, 415-416, 418, 420, 421; 3, 83, 84-85, 255, 318, 333, 352, 365, 371, 402, 409
  • •Arouca S 530-532
  • •Brunet 2, 253
  • •Iberian Books C3434 [106268]

 

Silva, Innocêncio Francisco da, Brito Aranha, José Joaquim Gomes de Brito, Álvaro Neves, Martinho da Fonseca, e Ernesto Soares. Dicionário bibliografico portuguez. Lisboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1973:

«Asia portuguesa.

Tomo I. Lisboa, por Henrique Valente de Oliveira 1666. Fol. de XXXII, 396 pag., a mais 42 innumeradas, que contêem o indice das cousas notaveis. - Ibi, por Bernardo da Costa Carvalho 1703. Fol. - Contém este volume a historia da India, desde o seu descobrimento até o anno de 1538.

Tomo II. Lisboa, por Antonio Craesbeeck de Mello 1674. Fol. de VIII 783 pag., e seguese o indice geral até pag.... - Comprehende os successos dos annos de 1538 a 1581.

Tomo III. Lisboa, pelo mesmo impressor 1675. Fol. de X 564 pag., e mais 4 innumeradas no fim. - Comprehende os successos occorridos no tempo da dominação castelhana.

Foi esta a primeira obra posthuma de Faria, que se imprimiu em Portugal, começando a sahir á luz por diligencia de seu filho o capitão Pedro de Faria e Sousa. Este obteve privilegio real para a publicação d'esta, e de todas as que de Madrid trouxera ineditas, por alvará de 8 de Agosto de 1667. - Porém o caso é, que só publicou os tomos primeiros da Asia e da Europa, suspendendose, não sei como, nem porque a impressão: que só chegou a continuarse ao cabo de alguns annos, e já por virtude de novo e diverso privilegio, conferido então ao proprio impressor Antonio Craesbeeck de Mello.

No que especialmente diz respeito á Asia portuguesa, advirtase que o tomo I da primeira edição é inquestionavelmente preferivel ao da segunda; tendo de mais que esta um frontispicio gravado a buril (como o têem egualmente os tomos II e III), e onze plantas de outras tantas cidades, praças, e fortalezas; a saber: ilha de Sancta Helena, Cochim, Quilloa, Cananor, Sofala, Goa, Malaca, Ormuz, Chaul, Baçaim e Diu. - No tomo II ha tambem plantas das fortalezas de Damão, Menar, Mangalor, Onor, etc.

Os tres tomos da Asia contêem outrosim intercalados no texto os retratos dos vicereis e governadores da India, em gravuras grosseiramente executadas. São distribuidos pela ordem seguinte: - No tomo I: D. Francisco d'Almeida, Affonso de Albuquerque, Lopo Soares, Diogo Lopes, D. Duarte de Menezes, D. Vasco da Gama, D. Henrique de Menezes, Lopo Vaz de Sampaio e Nuno da Cunha. - No tomo II: Garcia de Noronha, D. Estevam da Gama, Martim Affonso de Sousa, D. João de Castro, Garcia de Sá, Jorge Cabral, D. Affonso de Noronha, D. Pedro Mascarenhas, Francisco Barreto, D. Constantino de Bragança, D. Francisco Coutinho, João de Mendonça, D. Antão de Noronha, D. Luis de Ataide, Antonio Moniz Barreto, Vasco Fernandes Homem, D. Diogo de Menezes, Fernando Telles. - No tomo III: D. Francisco Mascarenhas, D. Duarte de Menezes, Manuel de Sousa Coutinho, Mathias de Albuquerque, D. Francisco da Gama, Ayres de Saldanha, D. Fr. Aleixo de Menezes, João Pereira Froes, André Furtado de Mendonça, Ruy Lourenço de Tavora, D. Jeronymo de Azevedo, D. João Coutinho, Fernando de Albuquerque, D. Affonso de Noronha, D. Francisco da Gama, D. Fr. Luis de Brito, D. Francisco Mascarenhas, Nuno Alvares Botelho, D. Miguel de Noronha, Pedro da Silva, Antonio Telles da Silva.

Noto porém n'estes retratos uma circumstancia digna de reparo, e que talvez haja escapado á observação de muitos; é a falta absoluta de confiança que merecem, achandose uma grande parte d'elles duplicados sob diversos nomes, tornandose representativos de pessoas differentes. Para o comprovar apresentarei os seguintes exemplos:

O retrato de Francisco Barreto, que vem no tomo II, a pag. 316, é nem mais nem menos o proprio que no tomo III, pag. 85, apparece reproduzido sob o nome de Mathias d'Albuquerque.

O de D. Constantino de Bragança, no tomo II, a pag. 378, é o mesmo que no tomo III, pag. 67, se inculca com o nome de Manuel de Sousa Coutinho.

A pag. 460 do dito tomo II apparece um retrato de D. Antão de Noronha, que se encontra reproduzido no tomo III, a pag. 369, com o nome de D. Affonso de Noronha.

O mesmo acontece com o de Fernando Telles, tomo II, pag. 648, repetido a pag. 58 do tomo III com o nome de D. Duarte de Menezes.

Similhantemente são identicos entre si os que no tomo III se attribuem aos dous arcebispos governadores D. Fr. Aleixo de Menezes, e D. Fr. Luis de Brito, aquelle a pag. 173, este a pag. 410.

D. Jeronymo de Azevedo (tomo III, pag. 324) figura outra vez no mesmo volume, pag. 452, com o nome de Nuno Alvares Botelho: e D. Francisco Mascarenhas, pag. 433, vem egualmente a pag. 511 representando Antonio Telles da Silva. - Seria mais que ocioso levar por diante a comparação.

A Asia foi traduzida em inglez, e sahiu com o titulo: The portuguese Asia, or the history of fhe discovery and conquest of India by the portuguese, translated by Capt. J. Stevens. London, 1694 e 1695. 8.º 3 tomos.

O valor dos exemplares d'esta obra entre os estrangeiros tem excedido incomparavelmente o seu custo em Portugal. Na livraria de John Adamson em Newcastle havia um, comprado por 9 £ st. Em Lisboa era ainda ha poucos annos o preço regular 3:600 réis, posto que mais modernamente ouvi falar de algum exemplar vendido por 4:500 réis.»

In: Silva, Innocêncio Francisco da, Brito Aranha, José Joaquim Gomes de Brito, Álvaro Neves, Martinho da Fonseca, e Ernesto Soares. Dicionário bibliografico portuguez. Lisboa: Imprensa Nacional - Casa da Moeda, 1973.

 

 


Scroll to Top