Ir para o conteúdo
Estimados clientes. Encontramos-nos encerrados de 25 de novembro a 6 de dezembro. Qualquer assunto só será tratado após esta data. Gratos pela compreensão.

Novidades Literatura portuguesa

Júdice, Nuno. Crítica doméstica dos paralelepípedos. Lisboa: Dom Quixote, 1973

15 € Adicionar
Acresce o valor do transporte pelos CTT (de acordo com as tabelas em vigor para o correio registado ou não registado). Enviar email para informação de envio por correio.

Edição original.

69, [4] pp.; 18 cm.

 

Nuno Júdice, Mexilhoeira Grande, Portimão, 1949

Poeta, ficcionista e ensaísta.

Licenciou-se em Filologia Românica pela Universidade Clássica de Lisboa e doutorou-se pela Universidade Nova de Lisboa, com uma tese sobre Literatura Medieval, onde é professor. Exerceu as funções de Conselheiro Cultural da Embaixada de Portugal (1997-2004) e de Director do Instituto Camões em Paris.

Tem publicado estudos sobre teoria da literatura e literatura portuguesa. Publicou antologias, como a da Poesia do Futurismo Português, edições críticas como a dos Sonetos de Antero de Quental e tem uma colaboração regular em jornais e revistas com críticas de livros e crónicas. Publicou um livro de divulgação da literatura portuguesa do século XX em França: Voyage dans un siècle de littérature portugaise (1993) reeditado e revisto na edição portuguesa Viagem por um século de literatura (1997).

Colaborou em acções de divulgação cultural, como as «Letras Francesas» (1989), com uma apresentação de autores franceses contemporâneos e organizou a «Semana Europeia de Poesia» no âmbito de Lisboa Capital Europeia da Cultura (1994).

Poeta e ficcionista, publicou o primeiro livro de poesia em 1972. Recebeu os mais importantes prémios de poesia portugueses: o Prémio Pen Clube, em 1985, o Prémio D. Dinis da Fundação Casa de Mateus, em 1990 e o Prémio da Associação Portuguesa de Escritores, em 1994, este último com o livro Meditação sobre ruínas que foi também finalista do Prémio Europeu de Literatura, Aristeion, o Grande Prémio de Literatura dst, o Prémio Nacional de Poesia António Ramos Rosa, o Prémio de Poesia Cesário Verde, o Prémio Literário Fernando Namora / Estoril Sol, o Prémio de Poesia Ana Hatherly, o Prémio da Crítica da Associação Portuguesa de Críticos.

Tem livros traduzidos em Espanha, Itália, Venezuela, Inglaterra e em França, onde está publicado na colecção Poésie/Gallimard com Un chant dans l'epaisseur du temps. Director das revistas literárias Tabacaria, editada pela Casa Fernando Pessoa (1996-1999) e da «Colóquio-Letras» (desde 2009) e Comissário para a área da Literatura da representação portuguesa à 49ª Feira do Livro de Frankfurt, que teve Portugal como país-tema.

Centro de Documentação de Autores Portugueses, 05/2015


Scroll to Top