Ir para o conteúdo
Estamos abertos, a receber e a enviar encomendas. Para qualquer informação utilize o formulário de contacto ou o email: geral@livraria-trindade.pt

Livros invulgares Ex-colónias

Fernandes, Valentim, Description de la côte occidentale d'Afrique (Sénégal du Cap de Monte, Archipels), 1951

120 € Adicionar
Acresce o valor do transporte pelos CTT (de acordo com as tabelas em vigor para o correio registado ou não registado). Enviar email para informação de envio por correio.

Descrição completa:

Fernandes, Valentim, Théodore Monod, A. Teixeira da Mota, and Raymond Mauny, Description de la côte occidentale d'Afrique (Sénégal du Cap de Monte, Archipels), 1951

Invulgar. 

Exemplar com algumas manchas de humidade.

Valentim Fernandes

O tipógrafo, autor, tradutor, editor, corretor do mercado de Lisboa para transacções com a Alemanha Valentim Fernandes (Alemão), oriundo da Morávia (Alemanha), estabeleceu-se em Portugal entre 1493 e 1495, onde faleceu por volta de 1518. Fernandes foi tabelião dos comerciantes e imprimiu dezoito livros (entre os quais três relatos de viagem, em 1502: Livro de Marco Polo, Livro de Nicolau Venetto e Carta de Jerónimo de Santo Estêvão), redigiu textos historiográficos e geográficos, nomeadamente os do manuscrito com o seu nome, coleccionou textos sobre as viagens e expansão portuguesas e foi um dos seus grandes divulgadores na Europa, nomeadamente junto de mercadores de Nuremberga e Augsburgo no Sul, por exemplo, Conrad Peutinger, conselheiro de Maximiliano I, detentor de um cópia do chamado Manuscrito Valentim Fernandes. No início dos anos 40 do século XVI, Damião de Góis viu o volume na biblioteca do conselheiro, que o trata como um tesouro. O documento é localizado em 1847, por J. A. Schmeller, na Biblioteca Nacional de Munique. Banha de Andrade divide os textos em duas séries, a africana — [descrição da costa africana (Ceuta à Serra Leoa), com base nos testemunhos portugueses (“Ceuta, cidade num estreito hercúleo em frente a Gibraltar”); descrição  de diversas ilhas atlânticas (Canárias, Madeira e Porto Santo, Açores, Cabo Verde, São Tomé, Ano Bom) e mapas também da autoria de V. Fernandes (“Das Ilhas do Mar Oceano”); sumário da Crónica de Gomes Eanes de Zurara (“Crónica da Guiné”); relato de Diogo Gomes de Sintra sobre o descobrimento da Guiné (“Relato Behaim-Gomes”/“De Prima Inventione Guinee”); roteiro para a navegação da Galiza a São Jorge da Mina] —, e a oriental [relato de Hans Mayr sobre a expedição à Índia (1505-1506), talvez ditado por Fernão Soares, capitão da nau em que a viagem foi feita (“Da Viagem de D. Francisco de Almeida, Primeiro Vice-rei da Índia”); descrição anónima sobre a “India” e as Maldivas].

Bibliografia: António Baião (ed.), O Manuscrito Valentim Fernandes, 1940;  José Pereira da Costa (ed.), Códice Valentim Fernandes, 1997; António Alberto Banha de Andrade, Mundos Novos do Mundo: Panorama da Difusão pela Europa de Notícias dos Descobrimentos Geográficos Portugueses, 1972; Helga Jüsten, Valentim Fernandes e a Literatura de Viagens, 2007.

Rogério Miguel Puga

in: Manuscrito Valentim Fernandes – E-Dicionário de Escrita de Viagens Portuguesa (unl.pt)


Scroll to Top