Encontramo-nos abertos no horário habitual, das 9:30 às 19:30 (13:00-14:30 almoço). Continuamos a fazer compras de bibliotecas, manuscritos, fotografias antigas, etc. etc. Não hesite em entrar em contacto connosco: 21 342 16 00 ou por email para antoniomtrindade@gmail.com

Carlos de Oliveira, Pequenos burgueses, Coimbra editora, 1948

70 € Adicionar
Acresce o valor do transporte pelos CTT (de acordo com as tabelas em vigor para o correio registado ou não registado). Enviar email para informação de envio por correio.

1ª edição.

Carlos de Oliveira

Nasceu em Belém do Pará, Brasil, a 10 de agosto de 1921, e faleceu em Lisboa a 1 de julho de 1981. Era filho de emigrantes portugueses, tendo voltado com os pais do Brasil aos 2 anos de idade. A família fixa-se em Cantanhede, onde o pai exercia medicina. Licenciou-se na Universidade de Coimbra em Ciências Histórico-Filosóficas, tendo-se fixado em Lisboa. A sua obra poética e ficcional, com tendências reo-realistas, centra-se na vida campestre. A sua obra mais famosa, Uma Abelha na Chuva, foi adaptada ao cinema em 1971 por Fernando Lopes. Obras: Poesia – Turismo (1942); Mãe Pobre (1945); Descida aos Infernos (1949); Terra de harmonia (1950); Cantata (1960); Poesias (1945-1960) (1962); Sobre o Lado Esquerdo (1968); Micropaisagem (1969); Entre Duas Memórias (1971); Trabalho Poético (2 vols., 1977-1978); Pastoral (1977). Ficção – Casa na Duna (1943); Alcateia (1944); Pequenos Burgueses (1948); Uma Abelha na Chuva (1953); Finisterra (1978). Crónicas – O Aprendiz de Feiticeiro (1971).

 


Scroll to Top