Ir para o conteúdo

Livros por tema Política

Armando de Castro, Em defesa do pensamento científico, Inova, Porto, 1973

8 € Adicionar
Acresce o valor do transporte pelos CTT (de acordo com as tabelas em vigor para o correio registado ou não registado). Enviar email para informação de envio por correio.

Armando Fernandes de Morais e Castro (Porto, 18 de Julho de 19181 - 16 de Junho2 de 1999) foi um economista, advogado, historiador, investigador e professor universitário português.

Foi professor na Faculdade de Economia da Universidade do Porto, tendo sido presidente do Conselho Directivo dessa instituição até à sua jubilação (aposentação) em 1988.

Licenciou-se em Ciências Jurídicas (1941) e em Ciências Político-Económicas (1942) pela Universidade de Coimbra.

Foi, desde os anos 40 até ao fim da sua vida, militante do Partido Comunista Português

Em 1965, a Sociedade Portuguesa de Escritores atribuiu à sua obra o Grande Prémio Nacional de Ensaio.

Por razões exclusivamente políticas viu-se impedido de prosseguir a carreira académica, pelo que se viu obrigado a exercer a advocacia até à queda da ditadura ocorrida na Revolução dos Cravos.

Os seus estudos históricos e económicos dedicaram-se à compreensão da realidade portuguesa, apesar de durante muitos anos lhe ter sido vedado o acesso às bibliotecas das faculdades.

Armando de Castro dedicou-se à Economia Política, História do Pensamento Económico, Epistemologia e Gnoseologia. No que diz respeito à Economia Política dedicou-se aos seus fundamentos teóricos, tratando de assuntos como a teoria do valor e a inflação.


Scroll to Top