Ir para o conteúdo
Estamos abertos, a receber e a enviar encomendas. Para qualquer informação utilize o formulário de contacto ou o email: geral@livraria-trindade.pt

Novidades Artes Decorativas/ Aplicadas

Exotica, os descobrimentos Portugueses e as câmaras de maravilhas do Renascimento. Lisboa. Fundação Calouste Gulbenkian, 2001

150 € Adicionar
Acresce o valor do transporte pelos CTT (de acordo com as tabelas em vigor para o correio registado ou não registado). Enviar email para informação de envio por correio.

Promovido pelo Museu Calouste Gulbenkian e pelo Kunsthistorisches Museum Wien.

255 pp.; Il. cor.; 

Comissão e coordenação por Helmut Trnek e Nuno Vassallo e Silva.

 

Exotica, os Descobrimentos e as Câmaras de Maravilhas do Renascimento

O impacte dos descobrimentos portugueses reflectiu-se nas mais variadas áreas, nomeadamente, na evolução do coleccionismo europeu. Os produtos exóticos que chegaram à Europa através da Rota do Cabo não somente fascinaram as Casas reinantes, como possibilitaram igualmente o alargamento do conhecimento. Era nas Kunstkammern, ou câmaras de maravilhas, que se reuniam objectos das mais diversas proveniências, testemunhos silenciosos de um mundo em acelerada transformação.
A exposição, organizada em colaboração com o Kunsthistoriches Museum de Viena, reúne cerca de 120 peças, provenientes de instituições como o Kunsthistoriches Museum, o Museum für Völkerkunde, do MAK, Museen des Mobiliendepots, o Museum und Schatzkammer des Deutschen Orders de Viena, a Sammlungen SchloB Ambras, Insbruck, o Museo Nacional de Artes Decorativas e o Monastério de las Descalzas Reales, Madrid, o Monasterio de San Lourenzo de El Escorial, o Bayerisches Nationalmuseum, Munique, o Grünes Gewölbe de Dresden, o Museu de S. Roque e o Tesouro da Sé de Lisboa, o Museu Nacional de Machado de Castro, Coimbra, o Museu de Grão Vasco, Viseu, e de diversas colecções particulares portuguesas e estrangeiras.
Entre as peças a apresentar destaca-se o mais importante conjunto existente de obras orientais pertencente às colecções dos Habsburgos, como a cadeira chinesa em madeira lacada pertencente a Filipe II, o saleiro em cristal de rocha e ouro de D. Catarina de Áustria, um conjunto de obras em madrepérola indiana montadas em prata e pedras preciosas a par de filigranas em ouro, lacas do Extremo Oriente e um notável conjunto de marfins e cristais de rocha de Ceilão, enriquecidos com ouro e pedraria.
A exposição foi inicialmente apresentada em Viena de Áustria (Abril a Maio de 2000) e em Innsbruck, no Castelo de Ambras (Junho a Outubro de 2000). Um catálogo em versão portuguesa e inglesa será editado na ocasião, documentando todas as obras expostas, reunidas pela primeira vez em Portugal.

in: https://gulbenkian.pt


Scroll to Top